Terremoto de 6,3 graus causa 2 mortes na Costa Rica

San José, 13 nov (EFE).- Duas pessoas morreram em Jacó, a cidade mais próxima ao epicentro do terremoto de 6,3 graus na escala Richter que atingiu o litoral do Oceano Pacífico da Costa Rica, informou um porta-voz de polícia.

O Sistema Nacional de Monitoramento de Tsunamis da Universidade Nacional descartou momentaneamente a possibilidade de um tsunami atingir o litoral do país.

Os bombeiros informaram sobre danos materiais em supermercados devido à queda de estantes, cortes de luz e queda de postes em Jacó, Parrita e Quepos.

O shopping de San Pedro, em San José, está sendo analisado após o surgimento de fendas, enquanto o Hospital Calderón Guardia, também na capital, sofreu a ruptura de materiais, fundamentalmente na sala de partos.

O tremor teve epicentro no Oceano Pacífico, 19 quilômetros ao sul da praia de Jacó, cidade da província de Puntarenas, com uma profundidade de 19 quilômetros, segundo a Rede Sismológica Nacional (RSN).

O terremoto, ocorrido às 20h28 de domingo (horário local; 0h28 desta segunda-feira em Brasília), foi sentido praticamente em todo o país. Após o tremor foram registradas pelo menos seis réplicas de 3,1 a 5,2 graus na escala Richter.

As autoridades costa-riquenhas pediram calma à população e recomendou que os cidadãos tomem medidas preventivas e utilizem os números de emergência apenas para casos verdadeiramente urgentes.

"A Costa Rica tem a força das instituições do Sistema de Gestão de Risco, que já estão em alerta, diante do movimento telúrico da noite de domingo", expressou o presidente do país, Luis Guillermo Solís, nas redes sociais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos