Rajoy minimiza alertas e diz eleição na Catalunha acontecerá com normalidade

Madri, 15 nov (EFE).- O presidente do Governo da Espanha, Mariano Rajoy, garantiu nesta quarta-feira que as instituições do país têm instrumentos "suficientes" para garantir o funcionamento democrático das eleições da Catalunha, marcadas para o dia 21 de dezembro deste ano.

O chefe do Executivo respondeu assim um questionamento do líder liberal (partido Ciudadanos), Albert Rivera, que perguntou sobre o que o governo fará diante das ações de hackers e "sabotagens" feitas a partir da Rússia.

Outro membros do governo, apontaram nos últimos dias que houve ações de desinformação, via internet, partindo do território russo e também da Venezuela, com objetivo de provocar desestabilização, em meio ao conflito independentista catalão.

Segundo Rajoy garantiu hoje, as eleições regionais de dezembro, na Catalunha, acontecerão "com plena liberdade".

Rivera, anteriormente, afirmou que todos os nacionalistas antieuropeus irão trabalhar para que o pleito não sejam realizados "com garantias e segurança", lembrando os ataques a votação na França e o fato de que a Holanda precisou mudar o sistema eleitoral para resistir a ataques cibernéticos.

Por outro lado, o ministro do Interior, Juan Ignacio Zoido, apresentou nesta quarta-feira um aplicativo de celular, denominado AlertPIC, pelo qual as forças de segurança da Espanha podem ser avisados de qualquer problema nos serviços essenciais de infra-estrutura.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos