Forças do Cazaquistão detêm 11 supostos jihadistas do EI

Astana, 16 nov (EFE).- As forças especiais do Cazaquistão detiveram 11 pessoas pelo suposto vínculo com o grupo terrorista Estado Islâmico, para o qual divulgaram propagandas por distintas redes sociais, informou nesta quinta-feira o Comitê de Segurança Nacional cazaque.

A operação terminou hoje com a detenção de 11 residentes na cidade meridional cazaque de Shymkent e no distrito de Sairam por suposta divulgação de propaganda terrorista e incitação ao ódio religioso.

Os suspeitos divulgavam em redes sociais como WhatsApp e Telegram diversas mensagens relacionadas com "a ideologia radical do Estado Islâmico e outras organizações terroristas internacionais", informou o comitê.

A propaganda extremista foi difundida por 24 fóruns diferentes que contam com mais de 400 participantes.

O comitê cazaque informou que segue com as investigações em torno do caso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos