Guarda venezuelana impede entrada de deputados opositores ao Parlamento

Caracas, 16 nov (EFE).- A Guarda Nacional Bolivariana (GNB) da Venezuela impediu novamente nesta quinta-feira a entrada de um grupo de deputados opositores à sede da Assembleia Nacional (AN, Parlamento), um lugar onde os chefes de comissões parlamentares tinham previsto se reunir para discutir diversos temas.

"Constituinte fraudulenta mantém ocupação militar no Palácio (Federal Legislativo) e violando o estabelecido na Constituição negam acesso a deputados eleitos pelo povo", diz uma mensagem publicada na conta do Twitter do Parlamento, controlado pela oposição, sem oferecer mais detalhes.

Na semana passada, ocorreu uma situação similar, quando o segundo vice-presidente da AN, o opositor Dennis Fernández, tinha previsto oferecer uma entrevista coletiva desde a sede do Legislativo.

Nessa ocasião, o Parlamento garantiu que era negado o acesso aos deputados opositores por supostas ordens da governista Assembleia Nacional Constituinte (ANC), que também se reúne no Palácio.

O impedimento de hoje se deve ao fato de que a ANC, tachada de fraudulenta e não reconhecida pela oposição e boa parte da comunidade internacional, tem prevista a realização de uma sessão para aprovar a Lei de Preços Acordados, uma norma com a qual buscam dar solução para a crise econômica do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos