Rússia diz que acusações de ingerência na Catalunha prejudicam relações

Moscou, 16 nov (EFE).- As acusações da Espanha contra a Rússia por causa de sua suposta ingerência na situação da Catalunha prejudicam as relações bilaterais entre os dois países, afirmou nesta quinta-feira o Ministério de Exteriores russo.

"Gostaríamos de que nossos colegas espanhóis começassem a responder sobre suas palavras e apresentassem dados concretos que provem a suposta interferência", disse a porta-voz do Ministério, Maria Zakharova, em entrevista coletiva.

"O menosprezo aos fatos objetivos e o entusiasmo injustificado com que são feitas acusações sem provas com base em, entendemos, fontes duvidosas, claramente afetam a imagem da diplomacia espanhola", afirmou Maria.

"Esses passos somente conseguem prejudicar as relações russo-espanholas", acrescentou a porta-voz.

A diplomata pediu à Espanha que apresente dados concretos da suposta interferência e disse que "a Rússia lamenta profundamente que a onda de campanhas antirrussas criada na imprensa ocidental tenha sido elevada em Madri ao nível oficial, no contexto da crise catalã".

"Causa uma perplexidade especial escutar da boca do ministro de Exteriores desse país (Alfonso Dastis) dizer que a Rússia está supostamente interessada em debilitar a Espanha", acrescentou a porta-voz do Ministério.

Os comentários de Maria foram feitos depois das declarações de ontem do próprio ministro de Exteriores, Sergei Lavrov, e do porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

Eles consideraram que as acusações contra Moscou são uma mostra mais da histeria antirrussa criada no Ocidente, assim como da incapacidade dos países afetados de lidar com seus problemas internos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos