Atentado do EI na Síria causa pelo menos 20 mortos, segundo milícia curda

Beirute, 17 nov (EFE).- Pelo menos 20 pessoas morreram e outras 30 ficaram feridas nesta sexta-feira em um atentado do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) numa região entre dois campos de petróleo no nordeste da Síria, informou a milícia curdo-síria Unidades de Proteção do Povo (YPG, na sigla em curdo).

Em comunicado em seu site, as YPG assinalaram que os extremistas atacaram com carros-bomba civis deslocados que estavam em uma área entre as jazidas de Yafra e Kunico, na província síria de Deir ez Zor.

O ataque aconteceu às 13h20 (horário local, 9h20 em Brasília) numa área dominada pelas Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada liderada pelas YPG e que tem o apoio dos Estados Unidos, segundo o grupo armado curdo-sírio.

Por enquanto, nenhuma outra fonte confirmou estas informações.

Desde setembro, as FSD realizam uma ofensiva no leste da região de Deir ez Zor, que acontece em paralelo a outras das forças governamentais sírias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos