Lavrov tacha de "especulação" possível ingerência russa em eleições no México

Moscou, 17 nov (EFE).- O ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, qualificou de "especulações sem nenhum fundamento" as informações sobre a possível ingerência russa nas eleições presidenciais mexicanas de 2018.

"Não conheço as publicações na imprensa mexicana, mas percebo como estão se estendendo... São especulações sem nenhum fundamento", disse Lavrov, em entrevista coletiva ao lado de seu homólogo mexicano, Luis Videgaray, depois da reunião que tiveram em Moscou.

Videgaray, por sua parte, assegurou que o governo mexicano "não tem nenhuma evidência que valide a hipótese" sobre o possível interesse de Moscou de influenciar nos resultados do pleito que seu país realizará em julho do próximo ano.

"Também posso dizer que o governo mexicano não tem nenhuma intenção de interferir nas eleições russas ", brincou o chanceler.

"Rússia e México são nações que se respeitam e que têm vínculos importantes", sentenciou Videgaray, para afastar qualquer dúvida sobre este assunto.

Nesse sentido, Lavrov denunciou que "as fontes dessas desinformações estão nos Estados Unidos" e têm o objetivo de "prejudicar as relações russo-mexicanas, sobretudo agora que se desenvolvem de forma positiva".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos