Bombardeios contra bastião opositor nos arredores de Damasco matam 14 civis

(Atualiza número de vítimas).

Cairo, 18 nov (EFE).- Pelo menos 14 pessoas morreram neste sábado em novos bombardeios contra a região de Ghouta Oriental, o principal bastião opositor nos arredores de Damasco e no qual tem se agravado a violência esta semana, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG detalhou que entre as vítimas há quatro mulheres, além de 40 feridos, e acrescentou que, nos últimos três dias, morreram 100 pessoas em ataques aéreos das forças governamentais contra várias áreas da região situada ao nordeste de Damasco.

Ao mesmo tempo, continuam os confrontos violentos entre os soldados governamentais e os combatentes do Movimento Islâmico dos Livres de Sham perto da cidade de Harasta, situada em Ghouta Oriental, que se prologam há dias.

O Observatório ressaltou que o exército sírio teve como alvo uma posição desse grupo armado insurgente, do qual 20 combatentes sofreram sintomas de asfixia que teriam sido provocados pelo uso de substâncias tóxicas por parte das tropas leais ao presidente Bashar al Assad.

Ghouta Oriental está atualmente dominada por facções armadas opositoras e submetida a um ferrenho cerco que impede a entrada de alimentos ou de ajuda humanitária, o que provocou várias mortes por desnutrição.

Segundo a ONU, nela residem 390 mil pessoas, que estão sitiadas desde 10 de outubro de 2013, embora o cerco tenha se estreitado nos últimos cinco meses.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos