Hariri afirma que esclarecerá sua situação após se reunir com Aoun em Beirute

Paris, 18 nov (EFE).- O primeiro-ministro do Líbano, Saad Hariri, afirmou neste sábado que estará em Beirute no próximo dia 22 para a festa da independência nacional e afirmou que esclarecerá de lá sua situação.

"Irei a Beirute nos próximos dias e participarei da celebração da nossa independência e lá farei saber minha postura sobre todos os temas após reunir-me com o presidente da República, o general Michel Aoun", disse Hariri depois de se reunir em Paris com o presidente francês, Emmanuel Macron.

Hariri lembrou que apresentou sua renúncia no último dia 4 na Arábia Saudita e destacou que após essa futura reunião com Aoun fará "um anúncio sobre o que acontecerá em seguida".

O primeiro-ministro libanês agradeceu a Macron seu apoio, disse que não esquecerá "jamais" essa demonstração de "amizade inquebrantável", e ressaltou que a França "mostrou de novo a grandeza do seu papel no mundo".

O encontro de hoje aconteceu após o convite feito por Macron a Hariri para viajar a Paris e encerrar sua permanência na Arábia Saudita, que tinha acentuado a crise política suscitada em Beirute por sua renúncia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos