Bombardeios em reduto opositor nos arredores de Damasco deixam 16 mortos

Cairo, 19 nov (EFE).- Pelo menos 16 pessoas morreram neste domingo, entre elas uma criança e um membro da Defesa Civil em Ghouta Oriental, o principal reduto opositor nos arredores de Damasco, em bombardeios de aviões de combate.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos informou em comunicado que seis pessoas morreram e outras 17 ficaram feridas em bombardeios aéreos, que não foram identificados, contra a cidade de Modira, em Ghouta Oriental.

Por outro lado, cinco civis, entre eles uma criança, foram mortos e mais de 16 ficaram feridos após a queda de dez mísseis na cidade de Douma.

A ONG, cuja sede fica no Reino Unido e que conta com uma rede de observadores na Síria, afirmou que houve outros ataques das forças de Damasco em Misraba, também em Ghouta, onde morreram pelo menos quatro pessoas e dez ficaram feridas.

Segundo o Observatório, as forças governamentais sírias lançaram um míssil que, acredita-se, é terra-terra contra uma zona na cidade de Hamuriya, e que causou a morte de um membro da Defesa Civil, conhecidos como "capacetes brancos".

De acordo com a ONG, 77 pessoas morreram no total, entre elas 14 menores, sete mulheres e quatro membros da Defesa Civil desde 14 de novembro em bombardeios aéreos e de mísseis.

Ghouta Oriental registrou nos últimos dias violentos enfrentamentos entre as forças governamentais e a Legião das Glórias da Nação, que pertence ao Movimento Islâmico dos Livres de Sham.

Esta região atualmente é dominada por facções armadas opositoras e submetida a um ferrenho assédio que impede a entrada de alimentos e de ajuda humanitária, o que provocou várias mortes por desnutrição.

De acordo com a ONU, em Ghouta vivem 390 mil pessoas, que estão sob cerco desde 10 de outubro de 2013, embora o sítio tenha se estreitado nos últimos cinco meses.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos