Piñera e Guillier fariam 2º turno no Chile, segundo apuração provisória

Santiago (Chile), 19 nov (EFE).- O ex-presidente Sebastián Piñera (direita) e o senador Alejandro Guillier (centro-esquerda) passariam para o segundo turno das eleições presidenciais do Chile, no próximo dia 17 de dezembro, se forem confirmados os resultados da apuração, que já passa da metade das urnas.

O candidato da coalizão conservadora Chile Vamos está com 36,66% dos votos, seguido do candidato da governista Fuerza de Mayoría, com 22,63%, e da esquerdista Frente Amplio, Beatriz Sánchez, cuja inesperada ascensão é a surpresa do dia de votação realizado neste domingo, ao somar 20,43%.

Na pesquisa do dia 25 de outubro do Centro de Estudos Públicos (CEP), o mais importante do país, a candidata da Frente Amplio tinha o apoio de apenas 9,4%, 8,5 pontos menos em relação à medição anterior.

O candidato ultraconservador José Antonio Kast está em quarto lugar, com 7,85% dos votos, na frente da democrata cristã Carolina Goic, com 5,91%, e do candidato progressista Marco Enríquez-Ominami, com 5,63%.

Segundo os dados de 22.839 urnas apuradas, que correspondem a 53,05% do total, nos últimos lugares estão o ultraesquerdista Eduardo Artés, com 0,51%, e o bolivariano Alejandro Navarro, com 0,38%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos