Senadora republicana vê acusações de assédio contra Trump como "inquietantes"

Washington, 19 nov (EFE).- A senadora republicana Susan Collins afirmou neste domingo que as acusações de assédio sexual feitas no passado por várias mulheres contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, "continuam sendo muito inquietantes".

Em entrevista no programa "This Week", da emissora "ABC", a senadora pelo estado do Maine foi perguntada sobre as alegações dessas mulheres, às quais Trump acusa de estarem mentindo, e afirmou que não apoiou o líder republicano nas eleições presidenciais de 2016 por esse motivo.

"Ele disse isso (que as acusadoras mentem) e o presidente Trump não foi a minha escolha para a indicação republicana à presidência. E não o apoiei em parte por todas essas informações sobre como estava tratando as mulheres", afirmou Susan.

No entanto, Trump "é presidente agora e estou trabalhando com ele em alguns assuntos, mas essas alegações continuam sendo muito inquietantes", acrescentou.

A senadora fez esses comentários em meio ao atual debate que existe nos EUA após a avalanche de acusações de abuso sexual contra poderosas figuras do mundo do cinema e da política.

Nesta semana, o senador democrata Al Franken foi acusado por uma apresentadora de "beijá-la à força" e agarrar seus seios enquanto dormia em 2006, uma revelação pela qual Franken se desculpou e pediu que seja aberta uma investigação no Comitê de Ética do Senado.

A acusação contra o democrata chegou em um momento no qual o problema do abuso sexual abala o Congresso americano, devido às denúncias contra Roy Moore, candidato republicano ao Senado pelo Alabama acusado de ter se aproveitado de várias adolescentes há 40 anos.

Trump criticou Franken nesta semana, mas manteve silêncio sobre Moore, que negou as acusações.

Sobre essa polêmica, Susan comentou hoje que as alegações de Moore não são "críveis" e espera que "os bons eleitores do Alabama decidam não mandá-lo ao Senado dos EUA".

Por sua vez, Casa Branca afirmou no mês passado que todas as mulheres que acusaram o presidente Trump de assédio sexual estão mentindo e que essa é a posição oficial sobre esse assunto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos