ANP suspende contatos com EUA por fechamento do escritório da OLP

Jerusalém, 21 nov (EFE).- A Autoridade Nacional Palestina (ANP) anunciou oficialmente nesta terça-feira a suspensão das relações com os Estados Unidos pelo fechamento do escritório da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) em Washington.

"A decisão é uma resposta à inaceitável medida americana", disse o porta-voz da presidência, Nabil Abu Rudeineh, em comunicado.

"O próximo passo é crucial e uma oportunidade para corrigir as relações palestino-norte-americanas", acrescentou Rudeineh.

O ministro das Relações Exteriores palestino, Riyad al Maliki, explicou à emissora de rádio "Voz da Palestina" que há instruções presidenciais para suspender os contatos até que os Estados Unidos voltem atrás em sua decisão.

O secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, não assinou o memorando que se renova a cada seis meses e que expirou na semana passada para permitir a existência do escritório da OLP, que está presente no país desde 1994.

"As reuniões com a parte americana serão inúteis enquanto o escritório estiver fechado. Os encontros entre nós e os norte-americanos são basicamente coordenados através desse escritório", acrescentou Maliki.

O secretário-geral da OLP, Saeb Erekat, advertiu sobre essa medida dos EUA no fim de semana passado, depois que Washington ameaçou fechar a representação em virtude de uma lei que contempla o fechamento permanente se os palestinos acionassem a Corte Internacional de Justiça (CIJ) ou se recusassem a iniciar um processo de negociações de paz com Israel.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos