Presidente e 5 diretores de filial da venezuelana PDVSA são presos

Caracas, 21 nov (EFE).- O presidente da Citgo, José Ángel Pereira Ruimwyk, e outros cinco diretores da empresa, que é a maior filial da petrolífera estatal PDVSA, foram presos sob acusação de corrupção, informou nesta terça-feira o procurador-geral da Venezuela, Tareq Saab.

Os acusados assinaram contratos que "comprometiam o patrimônio nacional e o futuro desta importante filial (...) sem contar com o beneplácito do governo nacional", afirmou Saab.

Os outros detidos são Tomeu Vadell, Alirio Zambrano, Jorge Toledo, Gustavo Cárdenas e José Luis Zambrano, todos vice-presidentes da Citgo.

Os seis serão indiciados pelos crimes de fraude, associação ilícita entre funcionários público e terceirizado, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

"A alta gerência da Citgo (...) no dia 15 de julho de 2017 assinou um acordo internacional com as empresas Frontier Group Management e Apolo Global Management, baseando-se em um suposto refinanciamento dos programas de dívida dos anos de 2014 e 2015", disse Saab.

Segundo o procurador, o objetivo do acordo era solicitar empréstimos "sob condições leoninas, desfavoráveis" para a indústria petrolífera venezuelana e "oferecendo como garantia" a própria filial.

O Ministério Público venezuelano terias provas de que estes acordos incluíam um financiamento de até US$ 4 bilhões e que uma empresa intermediária na negociação obteria 5% de comissão sobre o montante total da transação.

Estes contratos, segundo Saab, expõem a PDVSA a uma possível situação de risco penal "por descumprimento dos diferentes contratos".

O chavista lembrou que a Citgo é a principal empresa refinadora de petróleo e comercializadora de gasolina, lubrificantes e produtos petroquímicos da Venezuela nos Estados Unidos, por isso denunciou a "visão antivenezuelana" dos acusados ao "colocarem em risco" a empresa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos