PUBLICIDADE
Topo

Internacional

EUA qualificam violência contra rohingyas em Mianmar como "limpeza étnica"

22/11/2017 12h06

Washington, 22 nov (EFE).- O governo dos Estados Unidos declarou nesta quarta-feira que, após uma "análise cuidadosa e exaustiva" dos fatos, "está claro" que a violência e abusos contra os rohingyas de Rakain, em Mianmar, "constitui uma limpeza étnica".

Assim afirmou em comunicado o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, que visitou o país asiático na semana passada.

"O governo e as forças de segurança de Mianmar devem respeitar os direitos humanos de todas as pessoas dentro de suas fronteiras e responsabilizar quem não o faz", disse Tillerson.

Internacional