Japão diz que 8 sobreviventes foram resgatados do avião dos EUA que caiu

Tóquio, 22 nov (EFE). - Ao todo, oito das 11 pessoas que estavam no avião da Marinha dos Estados Unidos que caiu nesta quarta-feira no Oceano Pacífico, ao sudoeste do Japão, foram resgatadas com vida, informou o governo japonês.

O ministro de Defesa japonês, Itsunori Onodera, disse à emissora pública "NHK" que as operações de resgate foram feitas pelo Exército dos Estados Unidos e pelas Forças de Autodefesa do Japão, "que enviou embarcações e outros ativos".

O avião caiu enquanto se dirigia para o porta-aviões USS Ronald Reagan, que fazia manobras com as Forças de Autodefesa do Japão, segundo o ministro. O Exército dos Estados Unidos informou às autoridades japonesas que um problema no motor poderia ter sido a causa do acidente, que aconteceu a 150 quilômetros das ilhas Okinotori, no sudoeste do arquipélago japonês.

O avião caiu no Mar da Filipinas, ao sudoeste do Japão, às 14h45 (horário local, 4h45 de Brasília), de acordo com a Sétima Frota dos Estados Unidos.

O USS Ronald Reagan participou na semana passada com outros dois porta-aviões americanos de exercícios conjuntos com as Marinhas da Coreia do Sul e do Japão, num momento de elevada tensão por conta do programa nuclear e dos lançamentos de mísseis da Coreia do Norte.

Nos últimos meses a grande atividade militar dos Estados Unidos na região provocou acidentes, como a colisão do USS John S McCain com um petroleiro em Cingapura em agosto, que deixou dez mortos e cinco feridos. Em maio, o USS Lake Champlain se chocou com um pesqueiro sul-coreano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos