PUBLICIDADE
Topo

Justiça peruana rejeita recurso de Toledo contra ordem de captura

22/11/2017 23h08

Lima, 22 nov (EFE).- O Tribunal Constitucional do Peru rejeitou um habeas corpus solicitado pelo advogado de Alejandro Toledo contra a ordem de captura e prisão preventiva por 18 meses ditada em fevereiro contra o ex-presidente peruano como parte das investigações do caso Odebrecht.

Na sentença divulgada nesta quarta-feira, os magistrados declararam improcedente o recurso por cinco votos contra um e consideraram que não se credenciou devidamente a vulneração dos direitos fundamentais de Toledo, acusado de ter recebido US$ 20 milhões em propina da construtora brasileira.

O advogado Heriberto Jiménez, defensor do ex-presidente, alegou que Toledo sofreu vulnerações à pluralidade de instâncias, ao devido processo, à sua defesa e à tutela processual efetiva quando o Poder Judiciário rejeitou a apelação contra a ordem de captura e prisão preventiva.

Essa decisão foi emitida em fevereiro pelo magistrado Richard Concepción, para que o ex-presidente seja investigado pela suposta comissão dos crimes de tráfico de influência e lavagem de dinheiro.

Toledo se encontra atualmente na Califórnia (os Estados Unidos), onde reside habitualmente, sem que até agora tenha sido aplicada a ordem de captura internacional solicitada pelas autoridades peruanas.