Ataque suicida durante manifestação no Afeganistão deixa oito mortos

Kabul, 23 nov (EFE).- Pelo menos oito pessoas morreram e outras 17 ficaram feridas nesta quinta-feira em um ataque suicida contra um grupo de manifestantes em apoio a um ex-comandante da polícia na província de Nangarhar, no leste do Afeganistão, informaram à Agência Efe fontes oficiais.

Um agressor suicida se ateou fogo por volta das 14h30 local (8h, em Brasília), em meio a centenas de manifestantes que estavam reunidos diante da casa de um ex-comandante policial em Jalalabad, capital de Nangarhar, indicou o porta-voz do governador provicial, Attaullah Khogyanai.

"Como resultado da explosão, oito civis morreram e 17 ficaram feridos", detalhou a fonte, que acrescentou que várias vítimas são crianças e que todos os feridos foram levados a um hospital da cidade.

Nenhum grupo insurgente reivindicou a autoria do ataque em Nangarhar, onde estão ativos tanto os talibãs como o grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

Há uma semana, 15 pessoas, entre elas oito policiais e o agressor, morreram e 18 ficaram feridas em um ataque suicida na entrada de um hotel no noroeste de Cabul.

Desde o fim da missão de combate da Otan em janeiro de 2015, Cabul foi perdendo terreno perante os insurgentes até controlar apenas 57% do país, segundo o inspetor especial geral para a Reconstrução do Afeganistão (SIGAR) do Congresso dos Estados Unidos. EFE

bks-njd/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos