Dezenas de pessoas abraçam familiares de tripulantes do submarino argentino

Buenos Aires, 25 nov (EFE).- Cerca de 500 pessoas se aproximaram neste sábado da base naval da cidade argentina de Mar del Plata, onde o submarino desaparecido há dez dias deveria ter chegado, para prestar solidariedade aos parentes dos 44 tripulantes e oferecer apoio.

Dezenas de pessoas se concentraram na porta da base da Marinha, na qual estão hospedados há vários dias os familiares dos submarinistas, envolvidas em bandeiras argentinas e começaram a entoar o hino nacional e a aplaudir.

No meio das demonstrações de carinho, alguns familiares saíram do edifício, muito emocionados, em sinal de agradecimento e abraçaram os presentes.

As amostras de apoio com os parentes dos tripulantes da ARA "San Juan" se repetem a cada dia enquanto continua a operação de busca, na qual participam 13 países de todo o mundo.

O submarino se comunicou pela última vez na manhã de 15 de novembro, quando viajava desde o Ushuaia, a cidade mais austral da Argentina, para Mar del Plata, na província de Buenos Aires, a cerca de 430 quilômetros ao sul da capital.

Por enquanto, a Marinha evitou se pronunciar sobre qual pode ser o estado dos tripulantes e pede prudência até que o submarino seja encontrado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos