Guarda costeira líbia resgata 326 pessoas à deriva no Mediterrâneo

Trípoli, 25 nov (EFE).- A guarda costeira líbia resgatou nas últimas horas 326 pessoas que viajavam a bordo de vários botes com a intenção de chegar à Europa pelo Mar Mediterrâneo, informou a Marinha da Líbia neste sábado.

Segundo o coronel Ayub Kasem, porta-voz da corporação, as embarcações foram localizadas entre quinta-feira e sexta-feira a mais de 30 quilômetros das praias de Hamza e Bulali, localidades ao oeste de Trípoli.

"As embarcações foram detectadas de madrugada e nelas navegavam imigrantes procedentes de países da África Subsaariana", acrescentou.

O porta-voz detalhou que os imigrantes, entre eles 63 mulheres e 61 menores de idade, foram transferidos ao porto, onde receberam os primeiros socorros, e depois levados a um centro de amparo.

As praias entre Trípoli e a fronteira com a Tunísia se transformaram nos últimos dois anos no principal reduto das máfias que traficam pessoas, apesar da presença de patrulhas europeias.

Segundo dados da Organização Internacional para as Migrações (OIM), mais de 161 mil imigrantes ilegais conseguiram chegar à Europa neste ano, enquanto cerca de três mil pessoas desapareceram no mar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos