Embarcação americana parte para participar de buscas pelo ARA San Juan

Buenos Aires, 26 nov (EFE).- Uma embarcação com um minisubmarino dos Estados Unidos a bordo zarpou neste domingo desde do porto Comodoro Rivadavia na Patagônia argentina para participar das operações de busca ao ARA San Juan, desaparecido há 11 dias no Oceano Atlântico com 44 tripulantes a bordo.

Segundo revelou o porta-voz da Marinha, Enrique Balbi, ao citar o boletim oficial à imprensa em Buenos Aires, a embarcação norueguesa Sophie Siem partiu na primeira hora da tarde desde a província de Chubut, e "vai demorar 24 horas" para chegar à região da operação.

A sua cobertura foi modificada nestes dias para levar a bordo um minisubmarino dos Estados Unidos que pode descer até 600 metros de profundidade e nele viaja equipes americanas e argentinas.

Estava previsto que o Sophie Siem partisse na última hora de sábado, mas a "má meteorologia" que, segundo Balbi, castiga a zona com ventos de entre 50 e 60 quilômetros por hora, atrasou a partida por várias horas.

Consultado sobre a possibilidade de os 44 tripulantes continuarem com vida, Balbi voltou a insistir que " já se passaram 11 dias de busca, mas continuamos achando que pode haver algúem em uma situação de sobrevivência extrema" e pediu paciência e respeito pelos parentes.

"Até que não ter indícios ou certezas da situação do submarino San Juan, não podemos afirmar algo contundente".

A busca, na qual participam 14 navios e três aeronaves de 13 países de todo o mundo, está concentrada entre 200 e mil metros de profundidade na zona na qual o submarino se comunicou pela última vez, no Golfo San Jorge, a 432 quilômetros do litoral patagónica argentina.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos