PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Data do aniversário de Mugabe vira feriado nacional no Zimbábue

27/11/2017 12h06

Harare, 27 nov (EFE).- O Zimbábue transformou o dia 21 de fevereiro, data do aniversário do ex-presidente Robert Mugabe, em feriado nacional, segundo informou nesta segunda-feira o jornal "The Herald".

O feriado será denonimado Dia Nacional da Juventude Robert Mugabe e sua designação estava planejada desde antes da crise política vivida no Zimbábue durante as duas últimas semanas e que acabou com a renúncia do líder ao poder, após 37 anos no comando do país.

A iniciativa tinha sido impulsionada pela juventude da governante União Africana Nacional de Zimbábue-Frente Patriótica (ZANU-PF), partido cofundado por Mugabe.

A oficialização do feriado foi publicada no boletim oficial zimbabuano na sexta-feira, segundo detalhou o "The Herald", ou seja, no mesmo dia que seu sucessor, Emmerson Mnangagwa, assumiu como presidente provisório.

Apesar de considerar que nos últimos anos a política no Zimbábue esteve "envenenada" e garantir com a sua chegada o início de um novo etapa, em seu discurso Mnangagwa teve palavras de reconhecimento para Mugabe, a quem descreveu como um "pai", "mentor", "líder" e "camarada".

Mnangagwa, veterano da guerra de libertação do Zimbábue da mesma forma que Mugabe, serviu como seu vice-presidente até que foi destituído em 6 de novembro entre pressões da primeira-dama, Grace Mugabe, que queria chegar ao poder.

Pouco mais de uma semana depois, as Forças Armadas, com quem Mnangagwa tem um bom vínculo, se rebelaram contra o Governo e confinaram o presidente e sua família.

A crise acabou com o final do "reinado" de quase quatro décadas de Mugabe, abandonado por todos seus aliados históricos, e com a designação de Mnangagwa, conhecido no país como "Crocodilo", para substitui-lo até a realização das eleições presidenciais em 2018. EFE

om-ngp/ff

Internacional