Disparos de artilharia rompem segundo dia de trégua em Ghouta Oriental

Beirute, 29 nov (EFE).- Disparos de artilharia abalaram a calma instalada na região de Ghouta Oriental, principal bastião da oposição síria nos arredores de Damasco e onde está em vigor um cessar-fogo desde ontem, informou nesta quarta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Os projéteis impactaram na madrugada passada a região de Haza, enquanto nesta manhã houve um ataque similar em Ain Tarma, onde foram registrados apenas danos materiais, detalhou a ONG, que não precisou a origem dos disparos.

Ontem o enviado especial da ONU para a Síria, Staffan De Mistura, anunciou que o governo sírio tinha aceitado uma trégua em Ghouta Oriental proposta na segunda-feira pela Rússia.

"Fui informado pelos russos, que tinham proposto um cessar-fogo em Ghouta Oriental, que o governo aceitou", disse o mediador à imprensa depois de se reunir com o chefe negociador da opositora Comissão Suprema para Negociações (CSN), Nasser Hariri.

O Ministério de Defesa da Rússia sugeriu há dois dias que fosse decretado um cessar-fogo de 48 horas em Ghouta Oriental a partir de ontem.

O Observatório acrescentou que esta cessação das hostilidades acontece após duas semanas de escalada da violência na região, onde morreram 151 pessoas, entre elas 35 menores.

A trégua coincide com a oitava rodada de negociações de paz em Genebra, promovidas pela ONU, à qual hoje finalmente se deve somar a delegação do governo sírio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos