Irã atribui incidente com avião do premiê da Bulgária a erro do piloto

Teerã, 30 nov (EFE).- O governo do Irã afirmou nesta quinta-feira que o avião do primeiro-ministro da Bulgária, Boiko Borisov, que dirigia-se à Arábia Saudita, não pôde entrar no espaço aéreo iraniano devido a um "erro" do piloto que impediu a identificação da aeronave.

Segundo o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores iraniano, Bahram Qasemi, citado pela agência oficial "IRNA", "foi concedida uma permissão à Bulgária para utilizar o espaço aéreo iraniano depois da solicitação formal recebida da embaixada da Bulgária em Teerã".

"O que ocorreu neste caso foi um erro do piloto ao declarar a informação de voo e dar o código de autorização à torre de controle, o que fez com que o avião búlgaro não pudesse ser identificado", explicou o porta-voz.

Qasemi expressou o seu pesar pelo incidente e ressaltou que "o espaço aéreo do Irã está aberto aos aviões de países amigos como a Bulgária".

O governo búlgaro informou ontem que o Irã proibiu na noite de terça-feira a entrada no seu espaço aéreo do avião no qual viajavam Borisov e o ex-monarca Simeão II.

"O avião do governo da Bulgária possuía todas as permissões necessárias de voo através do espaço aéreo iraniano e a recusa de Teerã no último momento e o pedido de abandonar o espaço aéreo do Irão são inexplicáveis", declarou a ministra de Relações Exteriores búlgara, Ekaterina Zaharieva.

A aeronave retornou ao espaço aéreo turco e continuou a viagem para a Arábia Saudita através do Iraque, segundo o Ministério de Relações Exteriores búlgaro, que convocou o encarregado de negócios da embaixada do Irã em Sófia para que explique o incidente.

Arábia Saudita e Irã, que não mantêm relações diplomáticas desde janeiro de 2016, são os dois grandes rivais na região do Oriente Médio, onde apoiam lados opostos em vários conflitos como o do Iémen.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos