Bombardeios no nordeste da Síria deixam pelo menos nove civis mortos

Beirute, 1 dez (EFE).- Pelo menos nove civis morreram nesta sexta-feira por bombardeios a distintas zonas em poder do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na província nordeste síria de Deir ez-Zor, fronteiriça com o Iraque, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Cinco mortos foram atingidos por ataques de aviões, que poderiam ser sírio ou russos, contra um ponto por onde os civis tentavam atravessar o rio Eufrates em Deir ez-Zor.

O bombardeio aconteceu contra a área de Al Tuatha, na ribeira oeste do rio e diante do povoado de Hajin, na margem leste.

A estas vítimas se somam outros cinco civis que morreram por supostos ataques aéreos da coalizão internacional, liderada pelos EUA, contra locais do leste da província.

Atualmente Deir ez-Zor é alvo de duas ofensivas: uma das forças governamentais sírias respaldadas pela aviação russa no oeste da região e outra pelas Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança liderada por milícias curdas e apoiadas pela coalizão, na parte oriental.

O Observatório destacou que com os mortos de hoje já chega a 230 o número de falecidos pelos disparos de artilharia dos soldados governamentais e os bombardeios sírios, russos e da coalizão em Deir ez-Zor desde 8 de novembro.

Nessa data as autoridades sírias iniciaram uma ofensiva contra o EI na cidade de Albukamal, que terminou com a expulsão dos jihadistas desta cidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos