Dublin pede solução para fronteira norte-irlandesa antes de cúpula da UE

Dublin, 1 dez (EFE).- O vice-primeiro-ministro e titular de Relações Exteriores da Irlanda, Simon Coveney, afirmou nesta sexta-feira que o futuro da fronteira norte-irlandesa deve ser esclarecido antes da cúpula da União Europeia (UE) do próximo mês de dezembro.

Apenas então, segundo disse, os 27 países do bloco e o governo britânico poderão passar à segunda fase das negociações sobre a saída do Reino Unido do grupo comunitário, quando pretendem abordar sua nova relação comercial após este "divórcio".

Em entrevista à emissora "BBC", Coveney assegurou hoje que não considera possível começar essas conversas enquanto não existir um plano detalhado para evitar o estabelecimento de uma fronteira estrita entre a província britânica da Irlanda do Norte e seu país, que afetaria as duas economias da ilha e seu processo de paz.

"O que o governo britânico está nos dizendo é: 'confiem em nós, resolveremos depois este assunto com um ambicioso acordo comercial'. Mas isso talvez não seja possível", comentou o vice-primeiro-ministro.

Essa abordagem levaria o governo de Dublin a entrar na segunda fase sem saber o que acontecerá com a fronteira norte-irlandesa quando todo o Reino Unido abandonar o mercado único e a união aduaneira, o que representa "um salto no vazio", ressaltou Coveney.

"Temos que concordar antes uma fórmula que delimite parâmetros dentro dos quais podemos encontrar uma solução que evite o restabelecimento de uma fronteira na ilha da Irlanda", salientou o chefe da diplomacia irlandesa.

Coveney fez essas declarações antes que o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, se reúna esta tarde em Dublin com o primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar, para analisar os progressos efetuados nesta primeira fase de negociação sobre o "Brexit".

Além do assunto da fronteira, a UE espera conseguir avanços em relação aos direitos dos cidadãos e à conta de saída o Reino Unido que deve pagar, antes de decidir se passa à próxima rodada na cúpula comunitária dos dias 14 e 15 de dezembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos