Turquia detém 62 estrangeiros suspeitos de vínculos com Estado Islâmico

Istambul, 1 dez (EFE).- As forças de segurança turcas detiveram nesta sexta-feira 62 estrangeiros suspeitos de preparar atentados na Turquia em nome da organização jihadista Estado Islâmico (EI), informou a agência de notícias "Anadolu".

A polícia realizou operações simultâneas em oito bairros de Istambul e revistou 12 domicílios, nos quais foram detidas 62 pessoas, cujas nacionalidades não foram reveladas.

Os agentes apreenderam ainda vários documentos referentes à organização e material informático, acrescentou a agência, segundo a qual as investigações ainda estão em curso.

Por sua vez, a emissora "NTV" assegura que já se iniciou o processo de deportação dos detidos, um procedimento habitual quando se trata de simpatizantes que utilizam a Turquia como país de passagem em uma tentativa de unir-se às fileiras do Estado Islâmico na Síria.

O último atentado de grande escala atribuído ao Estado Islâmico na Turquia foi o cometido no Réveillon do ano passado em uma boate de Istambul, no qual morreram 39 pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos