Bombardeios do regime sírio perto de Damasco deixam 6 mortos e 17 feridos

Cairo, 2 dez (EFE).- Pelo menos seis pessoas morreram e 17 ficaram feridas neste sábado após bombardeios de aviões do regime do presidente da Síria, Bashar al Assad, contra a região de Ghouta Oriental, reduto da oposição nos arredores de Damasco.

Na cidade de Arbin, os ataques deixaram pelo menos seis mortos e outros seis feridos. Já em Harasta, os bombardeiros feriram 11 pessoas, de acordo com o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG alertou que várias das vítimas foram gravemente feridas e que o número de mortos pode subir nas próximas horas.

Esse é o primeiro bombardeio na região depois do início, na semana passada, da oitava rodada de negociações de paz em Genebra, mediadas pela ONU.

A Rússia, aliado do governo de Al Assad, sugeriu na última segunda-feira uma trégua de 48 horas em Ghouta Oriental, que passaria a valer a partir do dia seguinte, para frear a escalada de violência registrada nas duas semanas anteriores, quando morreram 151 pessoas na região, segundo o Observatório Sírio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos