Forças iraquianas encontram 2 valas comuns com 140 corpos no noroeste do país

Mossul (Iraque), 2 dez (EFE).- As forças do Iraque anunciaram neste sábado que encontraram duas valas comuns com 140 corpos de civis assassinados pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no distrito de Sinjar, no noroeste do país, a maioria deles pertencentes à minoria yazidi.

Uma das valas, situada na região de Al Jazeera, no sul de Sinjar, continha 80 corpos de civis, a maioria deles yazidis, enquanto a outra, na população de Qabusi, tinha 60 vítimas, entre elas 20 mulheres e "dezenas" de crianças, informou a milícia governamental Multidão Popular.

Segundo o comunicado, as forças esperam a chegada das equipes especializadas para identificar os corpos através de análises de DNA e entregá-los às famílias.

Um responsável do distrito de Sinjar, Mohammed Halil, disse à Agência Efe que, até agora, foram encontradas na região 46 valas comuns de yazidis, uma minoria religiosa perseguida pelo EI.

Em 3 de agosto de 2014, o Estado Islâmico entrou em Sinjar e os jihadistas assassinaram pelo menos 4.038 homens yazidis, enquanto milhares de mulheres e crianças foram sequestradas, segundo dados do escritório de Assuntos Yazidis do governo autônomo do Curdistão.

Outros 360 mil yazidis, dos 550 mil que viviam no Iraque, foram forçados a buscar refúgio na região do Curdistão iraquiano, especialmente nas províncias de Erbil, Sulaimaniya e Dohuk, a que concentra a maioria dos deslocados por ser a mais próxima a Sinjar. EFE

ya/rpr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos