Presidente francês se reúne com Obama em Paris

Paris, 2 dez (EFE).- O presidente da França, Emmanuel Macron, lanchou neste sábado em um encontro privado no Palácio do Eliseu em Paris com o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama, o político que serviu de inspiração para o líder francês em sua campanha vitoriosa nas eleições deste ano.

Não vazaram detalhes sobre o encontro entre ambos, que foi tratado pela assessoria da presidência francesa como um assunto particular.

Obama veio à capital francesa para oferecer uma conferência exclusiva e, durante a sua estadia, aproveitou para se reunir com a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, e com o ex-presidente francês François Hollande.

Este foi o primeiro encontro entre Macron, de 39 anos, e Obama, de 56, desde que o político francês venceu as eleições presidenciais de maio.

Os dois têm uma relação muito próxima e o ex-chefe de Estado americano chegou a gravar um vídeo em maio, antes do segundo turno das eleições presidenciais, para pedir aos franceses o apoio a Macron em detrimento de sua rival, a líder da extrema-direita Marine Le Pen.

O presidente francês se inspirou na histórica campanha de Obama em 2008 - "Yes, We Can" ("Sim, Nós Podemos") - para fundar em 2016 o movimento político "En Marche!" que lançou sua candidatura presidencial sem o apoio dos principais partidos tradicionais da França, o Partido Socialista e o Les Républicains.

Segundo os especialistas, Macron também se inspirou em Obama na maneira próxima e às vezes informal de se comunicar e na hora de posar para fotografias oficiais.

O ex-presidente americano ficou hospedado em um hotel no luxuoso oitavo distrito de Paris e aproveitou o sábado para se reunir com outras personalidades.

"Defensor do clima, ele sempre acreditou na ação das prefeituras e eu o agradeço", disse a prefeita parisiense no Twitter, que também publicou uma foto de seu encontro com Obama.

Antes de retornar aos EUA, Obama se reuniu com o ex-presidente Hollande e ofereceu uma conferência no auditório da Maison da Rádio de Paris organizada por "Les Napoléons", um grupo que debate sobre inovação e comunicação.

Os rumores indicam que Obama recebeu cerca de 400 mil euros pela palestra, na qual falou para 800 pessoas sobre "não ter medo de inovar", depois de um recital da cantora francesa Juliette Armanet. EFE

atc/rpr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos