Catar confirma que emir comparecerá à cúpula de países do Golfo Pérsico

Cairo, 3 dez (EFE).- O ministro das Relações Exteriores do Catar, Mohammed bin Abdulrahman al Thani, confirmou neste domingo que seu país marcará presença na cúpula do Conselho de Cooperação do Golfo (GCC, na sigla em inglês) que acontecerá em meados da próxima semana no Kuwait, informou a emissora catari "Al Jazeera".

Em declarações veiculadas pelo canal catari, o ministro afirmou que o emir do Catar, Tamim bin Hamad al Thani, representará o país na reunião de Estados do Golfo Pérsico, com os quais Doha mantém relações tensas desde que três deles cortaram relações diplomáticas com o emirado em junho.

Além disso, o ministro das Relações Exteriores afirmou que seu país está "preparado para falar sobre qualquer coisa" no fórum que reunirá Catar, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Kuwait, Omã e Bahrein.

O Bahrein ameaçou boicotar a reunião se o Catar comparecesse, pois acusa o governo catari de interferir em seus assuntos internos para desestabilizar a situação política, onde a maioria xiita denuncia o governo despótico da monarquia sunita.

O Kuwait convidou formalmente o Catar para a cúpula, apesar das ameaças do Bahrein, que também propôs suspender a participação do Catar na GCC.

Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Bahrein e Egito romperam as relações diplomáticas com Catar em 5 de junho e, além disso, aplicaram um bloqueio comercial e de transporte aéreo, terrestre e marítimo sobre o pequeno emirado.

Até agora, as tentativas de mediação do Kuwait entre os seus vizinhos não deram frutos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos