China e Canadá selam acordos de cooperação, mas não avançam em livre-comércio

Pequim, 4 dez (EFE).- China e Canadá anunciaram nesta segunda-feira acordos para promover o turismo, a luta conjunta contra a mudança climática e as importações do país asiático de colza e carne de porco e vitela canadenses, mas não informaram sobre quando começariam as conversas sobre um acordo de livre-comércio.

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, se reuniu com seu homólogo chinês, Li Keqiang, no Grande Palácio do Povo em Pequim, e era esperado que ambos avançassem em um possível acordo bilateral de livre-comércio.

"Continuaremos com as nossas discussões exploratórias sobre um amplo acordo de livre-comércio entre Canadá e China. Acreditamos que, se trabalharmos bem, um acordo de comércio beneficiará os dois países", afirmou Trudeau em uma declaração lida à imprensa após a reunião.

Li, por sua vez, afirmou que China e Canadá acreditam na liberalização do comércio e na eliminação das barreiras ao investimento, mas insistiu que é "natural" não chegar a certos acordos.

"Ambas as partes compartilham a visão de que, devido às diferentes circunstâncias nacionais, é natural que não estejamos de acordo em alguns assuntos", apontou.

O premiê chinês insistiu que, desde que haja "respeito mútuo, igualdade e benefício mútuo", será possível haver entendimento e os dois países poderão promover suas relações bilaterais.

"A China está aberta a conversas bilaterais para um acordo de livre-comércio", afirmou.

Esta é a segunda vez que Trudeau visita oficialmente a China desde que tomou posse, em 2015. Após se reunir hoje com Li, amanhã o primeiro-ministro canadense se reunirá com o presidente, Xi Jinping, e na quarta-feira viajará para Cantão, onde participará de um fórum global organizado pela revista "Fortune".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos