Combates em Sana entre facções rebeldes deixam pelo menos 125 mortos

Sana, 4 dez (EFE).- Pelo menos 125 pessoas morreram e outras 238 ficaram feridas nos enfrentamentos que explodiram na quinta-feira passada entre os rebeldes houthis e as forças leais ao ex-presidente Ali Abdullah Saleh, que rompeu sua aliança com os houthis neste fim de semana, segundo o Comitê Internacional da Cruz Vermelha.

O porta-voz da Cruz Vermelha, Adnan Hazam, afirmou à Agência Efe que esses são os dados que a organização reuniu dos três hospitais da capital com os quais colabora, os centros Al Kuwait, Al Jumhuriya e Al Zaura.

Segundo o porta-voz, a sede do comitê se encontra na rua Bagdad, bem no meio da área de conflito, o que está obstaculizando o transporte de material médico imprescindível a estes centros.

"Queremos ajudar mais às instalações médicas em Sana, mas o armazém se encontra na área dos combates e foi afetado", disse o pota-voz.

Hazam acrescentou que há informações não confirmadas de que combatentes chegaram a invadir o edifício.

"Agora estamos acompanhando a situação e estamos em contato com as distintas partes para que garantam a segurança dos civis e do pessoal da Cruz Vermelha", declarou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos