Deputado pede mão de seu companheiro durante debate sobre casamento gay

Sydney (Austrália), 4 dez (EFE).- O deputado liberal, Tim Wilson, pediu nesta segunda-feira a mão de seu companheiro logo depois de a Câmara Baixa da Austrália aceitar tramitar o projeto para legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo no país.

Ao começar o debate, Wilson, do mesmo partido que o primeiro-ministro Malcolm Turnbull, disse com a voz entrecortada: "Resta somente uma coisa a fazer. Ryan Patrick Bolger, quer se casar comigo?".

"Sim", respondeu Bolger, seu companheiro há nove anos, que estava na galeria do público.

A Câmara debate a proposta, que espera que seja aprovada antes do Natal, depois que o projeto de lei recebeu na semana passada o sinal verde do Senado.

A proposta legislativa permite aos oficiantes de bodas religiosas a se opor a realizar este tipo de casamento, mas o impede no caso de oficiantes civis, tal como pediam vários deputados conservadores.

O debate parlamentar começou depois que mais de 61% dos australianos expressaram seu apoio à legalização destas uniões numa pesquisa não vinculativa convocada por Turnbull em cumprimento de uma promessa eleitoral.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos