Operações no Afeganistão matam dirigente da Al Qaeda e 80 insurgentes

Cabul, 5 dez (EFE).- Um dirigente da Al Qaeda no Afeganistão, Omar Khitab, e 80 integrantes dessa organização terrorista morreram em várias operações conjuntas realizadas na última semana pelos Estados Unidos e pelas forças de segurança afegãs no sudeste do país, informou nesta terça-feira uma fonte oficial.

"Como resultado destas operações conjuntas o dirigente mais importante deste grupo (Al Qaeda), Omar Khitab, conhecido como 'Omar Mansour', e 80 membros desta rede morreram", afirmou em comunicado a principal agência de Inteligência afegã, o Diretório Nacional de Segurança (NDS).

A operação, que durou uma semana e terminou na sexta-feira, aconteceu em pelo menos três províncias afegãs, incluindo Ghazni, Zabul e Paktia, detalhou o NDS.

O Diretório acrescentou que Khitab era o segundo líder mais importante da organização jihadista no subcontinente indiano, atrás de Asim Umar, e o de maior categoria a ter sido eliminado até agora no Afeganistão.

Além disso, as forças americanas e afegãs capturaram pelo menos outros 27 membros da Al Qaeda e cinco das suas bases foram "completamente destruídas" durante a operação.

O NDS afirmou que os membros desta organização jihadista estão "diretamente envolvidos" nos ataques contra as tropas afegãs e estrangeiras no país desde 2005.

Os integrantes da Al Qaeda "estiveram atuando como conselheiros e coordenadores de comunicações, e estavam treinando os talibãs no uso de armamento pesado e sobre como realizar ataques noturnos", segundo a mesma fonte.

O Afeganistão atravessa um momento de intensificação da violência e um dos mais críticos desde a invasão do país por parte dos Estados Unidos em 2001 para tirar os talibãs do governo por dar cobertura ao líder da Al Qaeda, Osama Bin Laden.

Desde o fim da missão de combate da OTAN em janeiro de 2015, Cabul foi perdendo terreno perante os insurgentes até controlar apenas 57% do país, segundo o Inspetor Especial Geral para a Reconstrução do Afeganistão (SIGAR) do Congresso dos EUA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos