Autoridades buscam mais de cem pessoas após passagem de ciclone na Índia

Nova Délhi, 6 dez (EFE).- As autoridades indianas seguem nesta quarta-feira com as busca por mais de cem pessoas, na sua maioria pescadores, que desapareceram após a passagem do ciclone "Ockhi", que deixou mais de 50 mortos na Índia e no Sri Lanka.

De acordo com o Departamento de Meteorologia indiano, "Ockhi" se degradou na última hora de terça-feira para depressão tropical e hoje seguiu se movimentando pelo sul de Gujarat (oeste) até terminar de se dissipar totalmente na manhã de hoje, causando chuvas na zona litorânea desse estado.

Também em Maharashtra foram registradas precipitações sem que haja informações de vítimas ou danos importantes.

Enquanto isso, o primeiro-ministro de Kerala, Pinarayi Vijayan, informou hoje em entrevista coletiva que as equipes seguem buscando 92 pescadores que estão desaparecidos desde o fim de semana nesse estado sulista.

Vijayan lamentou que os pescadores não tenham sido avisados com suficiente adiantamento e anunciou compensações para as famílias dos afetados.

O Comando Naval Sul da Marinha indiana informou hoje em comunicado que mantém desdobrados dez navios na zona em tarefas de busca e salvamento.

O secretário do Ministério do Interior Sanjeev Kumar Jindal indicou ontem que "Ockhi" deixou pelo menos 10 mortos no estado Tamil Nadu e 29 em Kerala.

Além dos pescadores desaparecidos em Kerala, há outros 74 desaparecidos em Tamil Nadu, segundo o Ministério do Interior.

"Ockhi" deixou, além disso, 13 mortos no Sri Lanka e pelo menos cinco desaparecidos.

Neste momento há outra depressão tropical se formando no Índico que avança para a costa ocidental indiana.

Há um ano, o ciclone tropical "Vardah" deixou 18 mortos em sua passagem pelo sudeste da Índia, além de ter derrubado milhares de árvores e deixado amplas áreas sem eletricidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos