Bolívia destaca interesse em fornecer energia a estados brasileiros vizinhos

La Paz, 6 dez (EFE).- O governo boliviano destacou nesta quarta-feira seu interesse estratégico nos quatro estados brasileiros que fazem fronteira com a Bolívia, especialmente em relação ao fornecimento de energia.

"Precisam de energia, eletricidade, gás, ureia, sal", destacou aos veículos de imprensa o chanceler boliviano, Fernando Huanacuni, após retornar do Brasil, onde na segunda-feira acompanhou o presidente da Bolívia, Evo Morales, em sua visita oficial.

Além de energia e derivados do gás, os estados do Acre, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul requerem da Bolívia "integração rodoviária, pontes", entre outras infraestruturas, ressaltou Huanacuni.

O chanceler se referiu também ao interesse mútuo de dispor de "uma saída ao Pacífico" mediante o projeto do Corredor Ferroviário Bioceânico, que atravessaria Peru, Bolívia e Brasil até o Atlântico.

Esta iniciativa foi uma das principais questões que Morales abordou na sua reunião em Brasília com o presidente Michel Temer.

Além disso, o líder boliviano participou acompanhado de seu chanceler de uma reunião conjunta com os governadores dos estados brasileiros vizinhos, na qual decidiram formar comissões de trabalho conjunto em energia, infraestruturas, comércio e para a instalação de um "porto fronteiriço" no departamento boliviano de Beni.

Está previsto para o final de janeiro de 2018 um novo encontro em Puerto Ustarez, onde seria instalada essa área fronteiriça na Bolívia, para concretizar acordos entre ambas as partes.

Morales e Temer centraram boa parte da sua conversa no trem bioceânico, que tem na Bolívia seu principal propulsor e que poderia incluir em uma segunda etapa um ramais no Paraguai e na Argentina.

O impacto que esta ferrovia teria se compara com o que representa o canal do Panamá para o comércio internacional, segundo destacou o governo boliviano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos