Câmara russa veta entrada de jornalistas de duas rádios americanas

Moscou, 6 dez (EFE).- A Duma do Estado, a câmara baixa do parlamento russo, proibiu a partir desta quarta-feira a entrada na sua sede dos jornalistas das emissoras de rádio americanas "Voz da América" e "Radio Free Europe/Rádio Liberty", declaradas ontem "agentes estrangeiros" pelo Ministério de Justiça da Rússia.

A medida foi adotada em resposta à decisão do Congresso dos Estados Unidos de retirar as credenciais de dois meios de comunicação russos, a rede de televisão "RT" e a agência "Sputnik".

"Ao defender os valores democráticos, os deputados da Duma (...) se reservam o direito de adotar medidas simétricas frente à decisão do Congresso dos EUA de privar de credenciais uma série de jornalistas russos", afirma a resolução adotada pelos legisladores russos

O Ministério de Justiça incluiu outros sete meios de comunicação americanos que não estão credenciados perante as autoridades russas no registro de "agentes estrangeiros", em resposta à mesma medida adotada pelos Estados Unidos contra a rede de televisão russa "RT" e um sócio da "Sputnik".

No último dia 25 de novembro o presidente da Rússia, Vladimir Putin, sancionou uma lei que permite declarar agentes estrangeiros os meios de comunicação que recebem financiamento do exterior.

A porta-voz de chancelaria russa, Maria Zakharova, esclareceu que não serão retiradas as credenciais de imprensa dos jornalistas de meios dos EUA que sejam declarados "agentes estrangeiros".

"Em nenhum caso tiraremos o credenciamento dos meios de comunicação americanos em questão", disse Zakharova, que reforçou que "poderão continuar com seu trabalho jornalístico no território russo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos