Homem acusado de tentar assassinar May permanecerá sob custódia

Londres, 6 dez (EFE).- A Corte de Magistrados de Westminter, em Londres, acusou nesta quarta-feira um homem de suposto complô para assassinar a primeira-ministra britânica, Theresa May, e por isso ele ficará sob custódia e deverá comparecer novamente perante um tribunal no dia 20 de dezembro, informaram fontes judiciais.

Naa'imur Zakariyah Rahman, de 20 anos, compareceu hoje perante a Corte acusado do suposto plano para matar May em sua residência de Downing Street.

Outro homem, Mohammed Aqib Imran, de 21 anos, a quem a imprensa também havia relacionado com o suposto ataque, se apresentou perante o mesmo tribunal, mas acusado de preparar atos terroristas.

De acordo com os veículos de imprensa, o suposto plano consistia em perpetrar um ataque com bomba contra as portas de segurança de Downing Street e depois, aproveitando a confusão inicial, chegar até a primeira-ministra para matá-la com uma faca.

Rahman, do norte de Londres, e Imran, da cidade inglesa de Birmingham, deverão comparecer perante o Tribunal Penal de Old Bailey, na capital britânica, no dia 20.

Os dois foram detidos em batidas realizadas pelas forças da ordem em Londres e Birmingham en 28 de novembro.

Os detalhes deste plano foram revelados ontem pelo diretor-geral dos serviços de contra-espionagem britânicos MI5, Andrew Parker, durante uma reunião do Governo, na qual informou que um total de nove complôs de radicais islâmicos foram frustrados no Reino Unido no último ano.

O diretor do MI5 informou ontem ao Governo que as derrotas militares sofridas pelo autodenominado grupo jihadista Estado Islâmico (EI) no Iraque e a Síria não significam o fim da ameaça terrorista que paira sobre este país.

O diretor-geral do serviço de espionagem alertou que as redes sociais estão sendo usadas para encorajar a realização de ataques tanto neste país como em outros lugares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos