Houthis dispersam manifestação de mulheres que pediam corpo de Saleh

Saná, 6 dez (EFE).- Soldados houthis do Iêmen dispersaram nesta quarta-feira uma manifestação de dezenas de mulheres em Saná que pediam a entrega do corpo do ex-presidente Ali Abdullah Saleh, assassinado pela milícia rebelde há dois dias, para enterrá-lo.

As manifestantes se reuniram do lado de fora do hospital militar onde os houthis mantêm o corpo de Saleh entoando palavras de ordem que exigiam a entrega do corpo, segundo testemunhas.

As manifestantes levantaram imagens de Saleh e cartazes onde se lia "Pedimos a entrega do corpo do mártir da pátria".

A fonte acrescentou que os soldados houthis usaram cassetetes e bastões elétricos para dispersar as manifestantes.

Na segunda-feira os houthis assassinaram Saleh, seu aliado desde 2014, depois que o ex-presidente se ofereceu para negociar com a Arábia Saudita para pôr fim ao conflito e convocou um levante popular contra a milícia xiita.

Os combates entre os houthis e as tropas leais a Saleh deixaram pelo menos 234 mortos e 400 feridos desde a sexta-feira passada, segundo dados divulgados ontem pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha no Iêmen.

A coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita apoia desde 2015 o governo do presidente Abd Rabbuh Mansur al Hadi, estabelecido de forma provisória na cidade litorânea de Áden, no sul do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos