Primeiro-ministro turco pede que Trump reconsidere decisão sobre Jerusalém

Seul, 6 dez (EFE).- O primeiro-ministro da Turquia, Binali Yildirim, em visita a Seul (Coreia do Sul), pediu nesta quarta-feira que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconsidere seu plano de reconhecer Jerusalém como capital de Israel e ordenar para esta região a mudança da embaixada americana.

"Na minha opinião, essa decisão de mudar a embaixada dos EUA para Jerusalém poderia aumentar novamente o conflito entre Israel e Palestina, e aumentar o conflito entre religiões", disse Yildrim, durante entrevista coletiva realizada após sua reunião com o primeiro-ministro sul-coreano, Lee Nak-yeon.

"Eu acredito que este é um assunto que deveria ser reconsiderado", completou o premier turco, em declarações divulgadas pela agência sul-coreana "Yonhap".

De acordo com o que foi divulgado pelos veículos de imprensa, Trump pronunciará hoje, às 13h (horário local, 16h de Brasília), um discurso para anunciar sua decisão sobre a questão de Jerusalém.

Ontem, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, advertiu em discurso perante o Parlamento, em Ancara, que, se o Jerusalém for reconhecida como capital por Washington, convocará uma cúpula muçulmana e que a decisão poderia representar a ruptura de relações diplomáticas com Israel.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos