Stoltenberg diz que aliados da OTAN apoiam solução negociada no Oriente Médio

Bruxelas, 6 dez (EFE).- O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, afirmou nesta quarta-feira que os membros da Aliança respaldam uma solução "pacífica" e "negociada" ao conflito entre palestinos e israelenses perante o iminente anúncio do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que transferirá a embaixada do seu país para Jerusalém.

"A OTAN não faz parte do processo de paz no Oriente Médio, mas os aliados da OTAN apoiam firmemente todos os esforços para encontrar uma solução pacífica negociada ao conflito no Oriente Médio", ressaltou Stoltenberg em entrevista coletiva durante uma reunião de ministros de Relações Exteriores da Aliança Atlântica.

Perguntado se o anúncio de Trump pode desestabilizar a região, o político norueguês afirmou que "corresponde aos países tomar decisões sobre esses assuntos e é uma decisão dos Estados Unidos".

"Não especularia porque o presidente Trump anunciou que dará um discurso mais tarde hoje. Este discurso ainda não foi feito, portanto é um pouco cedo para comentá-lo", concluiu.

Trump pretende anunciar hoje seu reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel e ordenar que se transfira para lá a embaixada americana, uma medida que poderia jogar por terra qualquer perspectiva de um processo de paz promovido por Washington.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos