May demite seu "número 2" após polêmica devido a caso de pornografia

Londres, 21 dez (EFE).- A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, demitiu na noite de ontem seu "número dois", Damian Green, por violar o código de conduta ministerial devido a um caso de descoberta de material pornográfico em seu computador em 2008, informou o Governo.

Segundo fontes oficiais, foi pedido a Green "que renunciasse" depois que uma investigação interna concluiu que fez "declarações inexatas e enganosas" sobre o que sabia da pornografia, pelo que descumpriu a conduta ministerial.

Green, cujo cargo era o de primeiro-secretário de Estado e considerado como um vice-ministro, era uma das pessoas de maior confiança da premiê.

Após ser anunciada sua demissão, o agora ex-primeiro-secretário de Estado admitiu que poderia ter sido "mais claro" nas suas declarações públicas sobre o que sabia do material pornográfico.

Além disso, Green pediu desculpas à jornalista Kate Maltby por tê-la deixado incomodada em 2015 após um incidente de assédio.

Em declaração, May expressou seu "profundo pesar" por causa da saída de Green, mas disse que suas ações não estiveram à altura da conduta esperada de um membro do Governo.

O político era investigado em relação ao caso de Maltby e por denúncias de que acessou imagens pornográficas no computador do seu escritório na Câmara dos Comuns em 2008.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos