PUBLICIDADE
Topo

Centenas de jordanianos protestam contra decisão de Trump sobre Jerusalém

22/12/2017 12h05

Amã, 22 dez (EFE).- Centenas de jordanianos se manifestaram nesta sexta-feira pelo terceiro dia consecutivo em distintas partes do país contra a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel e de transferir a embaixada americana para essa cidade.

Várias testemunhas e ativistas afirmaram à Agência Efe que uma das principais manifestações aconteceu junto à mesquisa Hosseini, no centro de Amã, após o fim da reza de meio-dia.

No protesto, os participantes levavam cartazes e gritavam palavras de ordem contra a decisão, além de pedir ajuda aos habitantes árabes de Jerusalém contra a "repressão israelense".

Além disso, celebraram a decisão tomada ontem pela Assembleia Geral da ONU de mostrar rejeição à postura de Trump.

Na cidade setentrional de Irbid, a Irmandade Muçulmana organizou uma concentração na qual prometeu a "liberdade da mesquita de Al Aqsa", situada na conhecida como Esplanada das Mesquitas de Jerusalém.

Vários ativistas comentaram que também houve protestos na cidade de Zarqa, Karak, Tafila e Aqaba.