Presença de suposto espião russo no escritório de Trudeau preocupa Canadá

Toronto, 22 dez (EFE).- A aparição de imagens nas quais Stanislav Yezhov, um intérprete do primeiro-ministro ucraniano acusado de ser um espião russo, parece ter acesso à mesa do primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, estão causando preocupação no Canadá.

Yezhov acompanhou como intérprete o primeiro-ministro da Ucrânia, Volodymyr Groysman, na visita que realizou no último dia 31 de outubro ao Canadá e durante a qual se reuniu com Trudeau.

Yezhov esteve presente na reunião que Groysman e Trudeau tiveram no escritório deste último no Parlamento do Canadá, em Ottawa.

Imagens divulgadas nesta sexta-feira pela radiotelevisão pública canadense, "CBC", mostram Yezhov tocando a mesa oficial de Trudeau enquanto o primeiro-ministro canadense e Groysman são fotografados no outro lado do escritório pelos meios de comunicação.

As imagens parecem mostrar Yezhov observando algo sobre a mesa de Trudeau.

Um antigo membro do serviço secreto canadense, Phil Gurski, declarou à "CBC" que é "muito preocupante" Yezhov ter sido capaz de se colocar na mesa de Trudeau e observar seu conteúdo.

Gurski também se perguntou se Yezhov, que participou como intérprete das reuniões que Groysman teve com Trudeau, a chefe de Estado do país, Julie Payette, e de outras reuniões privadas do governante ucraniano, transmitiu o conteúdo dessas conversações à Rússia.

As autoridades ucranianas informaram na quinta-feira que Yezhov foi detido por traição e que o intérprete é acusado de trabalhar para os serviços de segurança da Rússia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos