Autor de golpe contra Mugabe é novo número 2 do partido que governa Zimbábue

Harare, 23 dez (EFE).- O principal responsável do golpe contra Robert Mugabe, o general Constantino Chiwenga, foi nomeado neste sábado vice-presidente do partido governante no Zimbábue, o União Nacional Africana do Zimbábue - Frente Patriótica (ZANU-PF), pelo novo presidente do país, Emmerson Mnangagwa, informou a imprensa local.

Chiwenga, que deixou a chefia do Exército pouco dias depois da queda definitiva do líder que governou por 37 anos, é um dos principais aliados de Mnangagwa, cuja destituição como vice-presidente em 6 de novembro desatou a intervenção militar contra o governante veterano, de 93 anos. O ministro de Defesa, Segurança e Veteranos de Guerra, Kembo Mohadi, foi empossado o segundo vice-presidente do partido, de acordo com o canal público "ZBC".

Na ausência de vice-presidentes do governo, a imprensa sugere que tanto Chiwenga quanto Mohadi também serão nomeados para esses postos em breve.

O novo número dois do partido foi substituído na frente das Forças Armadas pelo geral Valerio Sibanda no último dia 18. Mnangagwa jurou o cargo como presidente em 24 de novembro em substituição a Mugabe, que foi deposto três dias antes diante da pressão do Exército, dos influentes veteranos de guerra, dos cidadãos e do seu próprio partido, que tinha iniciado no Parlamento um processo de destituição contra ele depois de afastá-lo como número um.

A destituição de Robert Mugabe foi forçada por grupos aliados à Grace Mugabe. A primeira-dama queria suceder o marido no poder, mas, ao contrário de Mnangagwa, ela não contava com apoio dentro do Exército.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos