Tribunal suíço aprova envio de documentos sobre campanha de Sarkozy à França

Genebra, 27 dez (EFE).- O Tribunal Penal Federal da Suíça rejeitou nesta quarta-feira um recurso contra o envio à Justiça da França de documentos relativos à investigação sobre o financiamento da campanha presidencial de Nicolás Sarkozy em 2007, embora o caso continue aberto, já que a parte interessada decidiu recorrer desta decisão na máxima instância, o Tribunal Federal.

No âmbito de uma investigação das autoridades da França em relação a supostos atos de corrupção ativa e passiva, tráfico de influência e abuso de bens sociais, estas apresentaram aos seus colegas suíços uma petição rogatória.

O processo de cooperação judicial tinha relação com uma pessoa domiciliada em Genebra, cujas propriedades nesta cidade foram revistadas e nelas foram expropriados documentos considerados importantes para a investigação.

Embora o interessado não tenha respondido às duas convocações das autoridades para que pudesse se pronunciar sobre a transmissão desses documentos às autoridades francesas, este recorreu desta decisão afirmando que houve erros de procedimento e abusos durante o aplainamento.

No entanto, o Tribunal Penal Federal concluiu que os erros foram corrigidos, que o interessado tinha recebido as garantias necessárias e que procedia a transmissão da documentação requerida pela França.

No entanto, o processo não foi encerrado, já que o interessado apelou ao Tribunal Federal Suíço, a última e mais alta instância da Justiça do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos