Trump liga para Sisi para expressar condolências por atentado

Washington, 29 dez (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ligou nesta sexta-feira para o governante egípcio, Abdul Fatah al Sisi, para expressar condolências pelo atentado cometido contra a igreja de Mar Mina, situada nos arredores do Cairo.

"O presidente Donald Trump falou hoje com o presidente Abdul Fatah al Sisi para expressar suas condolências ao povo do Egito depois do ataque contra os fiéis e as forças de segurança da cidade de Heluan", informou a Casa Branca em comunicado.

Trump condenou o ataque e reiterou a Sisi o apoio dos Estados Unidos ao seu país "frente ao terrorismo".

As autoridades locais detalharam que o atentado, que tirou a vida de dez pessoas e no qual pelo menos outras quatro ficaram feridas, foi realizado por um homem armado que estava a bordo de uma moto.

As forças de segurança encarregadas de proteger o templo conseguiram deter o agressor, mas não puderam evitar que ele abrisse fogo, matando um policial e seis fiéis que estavam na igreja.

Antes de chegar ao templo, o atirador tinha matado outras duas pessoas ao disparar contra um mercado na região de Atlas, no mesmo bairro de Heluan.

O Ministério egípcio de interior identificou o atirador como Ibrahim Ismail Mustafa, nascido em 1984, residente em Heluan e considerado um dos terroristas mais "perigosos e destacados" procurados pela Justiça.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos