Ataque contra funeral de político deixa 12 mortos no Afeganistão

(Atualiza número de vítimas).

Cabul, 31 dez (EFE).- Pelo menos 12 pessoas morreram e outras 14 ficaram feridas neste domingo em um atentado suicida ocorrido durante a realização do funeral de um político local na província de Nangarhar, no leste do Afeganistão, informou à Agência Efe uma fonte oficial.

Um insurgente suicida detonou os explosivos que levava em seu colete entre uma multidão que assistia ao funeral por volta das 14h15 (horário local, 7h45 de Brasília) no distrito de Behsud, segundo o porta-voz do governador provincial, Attaullah Khogyanai.

A cerimônia funerária era do ex-governador do distrito de Haska Minério, também em Nangarhar, Gul Wali.

"Na explosão de hoje na cerimônia funerária o número de mortos aumentou para 12 e o de feridos para 14 pessoas", detalhou a fonte, que acrescentou que o balanço de vítimas pode variar nas próximas horas.

Nenhum grupo insurgente reivindicou por enquanto a autoria do ataque.

Na quinta-feira passada, um atentado suicida em Cabul contra um centro cultural da minoria muçulmana xiita, reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI), deixou 41 mortos e 84 feridos.

Desde o final da missão de combate da OTAN em janeiro de 2015, Cabul foi perdendo terreno perante os talibãs até controlar apenas 57% do país, segundo o inspetor especial geral para a reconstrução do Afeganistão (SIGAR) do Congresso dos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos