Ataque da coalizão no Iêmen deixa pelo menos 23 mortos, afirmam rebeldes

Sana, 1 jan (EFE).- Pelo menos 23 pessoas morreram nesta segunda-feira em um ataque aéreo da coalizão liderada pela Arábia Saudita, na província de Al Hudaydah, no oeste do Iêmen, conforme informou a emissora de televisão "Al Masira", controlada pelos rebeldes.

O bombardeio, que deixou um número ainda não divulgado de feridos, teve como alvo um posto de gasolina situado perto de um mercado, na região localizada nas margens do Mar Vermelho, segundo relato o veículo de comunicação.

Até o momento, não houve confirmação dos dados do ataque por fontes independentes.

A aliança de países sunitas vem realizando ataques aos rebeldes xiitas - apoiados pelo Irã -, quando estes se estão carros estacionados em postos de gasolina ou mercados, nas regiões que as forças governamentais buscam controlar.

Al Hudaydah é um importante porto do Mar Vermelho e está controlado pelos houthis, que são acusados de receber armamento pelo mar, vindo do Irã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos